REGIONAL OSASCO

Av. dos Autonomistas, 2455 - Centro - Osasco - SP
Fone: (11) 3683-1144
email: renascerosasco@igospel.com.br

ORAÇÃO DE DAVI



Neste Ano Apostólico de Davi, eu declaro: Será o ano da minha vida, de vitória, restauração, conquista, ano de ser ungido rei.

Senhor Jesus Cristo, hoje eu declaro, que verei com os meus olhos os inimigos derrotados, e todos os gigantes levantados por satanás para afrontar o Senhor e destruir a minha vida e a minha família, vão cair por terra, agora!! Vão cair por terra, em nome de Jesus.

Eu profetizo que este ano eu terei restauração, restituição, prosperidade. Vou alargar as estacas da minha tenda, e que este ano eu e a minha família vamos restituir a alegria, a Arca e vamos conquistar Jerusalém, em nome de Jesus.

A partir de agora eu tenho o óleo do ungido, eu sou aquele que se vale da Arca do Senhor. Viverei o melhor ano da história da minha vida, até hoje, em Nome de Jesus!

Toda malignidade, toda mentira do inferno está quebrada.

O meu corpo será saudável, todas as bênçãos espirituais encherão a minha casa, em nome de Jesus.

Eu levanto as minhas mãos, declaro e profetizo; aonde eu for Deus me dará vitórias! Eu conquistarei os lugares altos.

Este ano eu conquistarei Jerusalém pelo Poder.

A minha boca se encherá de risos, e haverá dias de festa na minha vida.

A restituição, que estava proibida, estará presente 365 dias na minha vida, na minha casa e na minha família.

Aonde eu for Deus me dará vitória.

Ano de Davi, ano de ser ungido rei do Senhor, ano de colocar todos os gigantes debaixo dos meus pés.

Em nome de Jesus.

Em nome de Jesus, Amém!!!.

As 12 Bençãos Apostolica do mês Abril/2009

Neste tempo de reconstrução, o povo de Deus será honrado com restauração, restituição e renovação, explicou o Apóstolo na ceia
Na ceia de oficiais deste mês de abril, que aconteceu no último sábado (dia 4), o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a Igreja sobre a Oferta de Páscoa. Ele falou sobre o texto de 2º Crônicas, capítulos 34 e 35, que mostra o que o rei Josias fez para renovar a aliança entre o povo de Israel e Deus.

“Josias se levantou para mandar restaurar o templo, tirar todas as ruínas. Ele deu uma grande oferta, não só por ele, mas pelo povo todo... Ele renova a casa do Senhor e celebra a Páscoa”, explicou o Apóstolo, acrescentando que essa oferta trouxe restauração, renovação e restituição a todos. “Aquela foi uma oferta de fé e Deus abriu as janelas dos céus para que o povo fosse abençoado”, disse ele.

O Apóstolo explicou à Igreja sobre a reconstrução do prédio da Sede, no Cambuci, cujo teto desabou em janeiro deste ano. Segundo ele, este momento de reconstrução é um tempo em que será muito abençoado. “Este é um momento estratégico de Deus. Nós não nos conformamos com as ruínas”, afirmou. Ele também disse que o povo vai viver a melhor Páscoa de sua vida. “Nós vamos viver uma Páscoa como nunca antes na história. É a marca daquele que reabriu o templo do Senhor”, acrescentou.

Conheça a seguir as 12 bênçãos ministradas pelo Apóstolo Estevam para o mês de abril:

1ª) Restauração com despojo. Tudo o que está em ruínas será restaurado e ainda trará mais do se tinha inicialmente;

2ª) Restituição. Não vai faltar nada, nem coisa grande, nem pequena. O Senhor vai restituir o que foi perdido e o que foi tirado;

3ª) Ressurreição. Em todas as áreas: de carreiras, sonhos, ministérios. Muitos sonhos “engavetados” vão ressuscitar;

4ª) Mudança de hábito, serão gerados hábitos de prosperidade. É o fim de todo hábito de miséria, pois Deus dará hábitos saudáveis;

5ª) Muitos vão receber ofertas de compra e vendas de negócios. O que vale 10, será comprado pelo povo de Deus por 5;

6ª) Bênção do escape. São todos os tipos de livramentos financeiros. Contas vão desaparecer e dívidas serão reduzidas;

7ª) Bênção das oportunidades. Muitas portas se abrirão, com empregos, passagens aéreas, compras de negócios;

8ª) Convites para viagens internacionais; prêmios de viagens em empresas. Também serão liberados convites para trabalhar em outros países;

9ª) Graça na família. Muitos serão abençoados por familiares;

10ª) Mudança de patamares. Pessoas vão subir degraus na vida financeira e profissional;

11ª) Processos e pagamentos serão liberados. Todas as coisas emperradas, serão liberadas. Leis vão mudar, haverá liberação de heranças familiares;

12ª) Anotar três milagres impossíveis, Deus vai realizar. Ele vai realizar o impossível na vida do povo.

04/04/2009 – Ceia dos Oficiais de Abril

clique aqui e Confira as fotos da Santa Ceia de oficiais do mês de abril, do ano apostólico de Davi. Temos as características espirituais de Davi em nossas vidas!






terça-feira, 16 de setembro de 2008

GERAÇÃO RENASCER PRAISE: GRP contra a Pedofilia


GERAÇÃO RENASCER PRAISE: GRP contra a Pedofilia:

"O GRP começa hoje uma cruzada contra um câncer que atualmente tem destruído a vida de nossas crianças: A PEDOFILIA.

Vamos mostrar aqui casos de pedofilia e vamos ajudar a acabar com isso, denunciando esses lobos vestidos de cordeirinhos.

E para começar: um caso que repercutiu em todo o Brasil.

Criança grávida com apenas dez anos

Fonte: TV Record Minas

Uma menina de apenas dez anos está grávida de sete meses. O pai, de acordo com a criança, é o padrasto de 56 anos.

Inocente, ela sequer tem noção das mudanças no corpo e pensou que estivesse doente. A menina destaca que sempre dormiu na cama com a mãe e o padrasto, mas não percebia os abusos.

A criança foi retirada da família depois de denúncias de vizinhos. Por enquanto, a menina está num abrigo em Ibirité, mas o Conselho Tutelar quer a transferência dela para outro especializado em crianças e adolescentes grávidas.

A menina tem epilepsia e toma remédios controlados desde o inicio da gravidez. Ainda nesta semana, ela será encaminhada para fazer o primeiro exame de pré-natal e ultra-som.

Confira uma matéria esclarecedora sobre a pedofilia que está no site Brasil contra a Pedofilia.

Especialistas alertam pais sobre pedofilia

A novela Chamas da Vida, da TV Record, aborda um tema que vem aparecendo com freqüência nas manchetes dos jornais: a pedofilia. Na trama, a autora Cristiane Fridmann destaca o crime do ponto de vista tecnológico, já que o fotógrafo Lipe (André Di Mauro) usa a internet para abordar suas vítimas e praticar a pedofilia. Umas delas será a jovem Vivi (Letícia Colin), de apenas 15 anos. Felizmente, o caso é apenas uma ficção, mas vai ajudar a gerar debates sobre o abuso sexual de menores.

Na vida real, a pedofilia continua a ser motivo de preocupação. No último dia 8, o sargento da Aeronáutica Danilo Dias Craveiro, 41 anos, foi preso em Diadema sob a suspeita de aliciar crianças. Segundo a polícia, o militar tirava fotos delas nuas com um celular. Craveiro confessou que sente atração por menores, mas afirmou que nunca teve contato físico com nenhum.

Outro caso que recentemente abalou os noticiários foi a prisão do engenheiro eletrônico Marcelo Adriano Barbosa, 42 anos, em São Paulo. Ele foi preso no dia 5, sob suspeita de molestar crianças e de fazer parte de uma rede de pedofilia.

Com todos esses casos, muitos pais se questionam como podem proteger seus filhos da pedofilia. Segundo a psicóloga e professora da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) Maria Regina Domingues de Azevedo, as crianças que sofrem violência sexual apresentam diversos sinais, principalmente em relação a mudanças súbitas de comportamento. “Os pais devem ficar atentos, pois mesmo que seja uma criança segura e tranqüila, a vítima de abuso passa a ser insegura e medrosa, não quer ficar sozinha com determinadas pessoas e começa a se isolar dos amigos. Algumas apresentam até queda do rendimento escolar”, alerta.

De acordo com a psicóloga, cada criança desenvolve uma forma de fugir do problema. “Algumas passam a ter cuidados exagerados com a higiene, como se o fato de tomar vários banhos por dia pudesse neutralizá-la do ato criminoso. Outras podem apresentar alterações de incontinência urinária e fecal, sem causa clínica”, diz. Sono agitado, depressão e interesse repentino por assuntos relacionados ao sexo também são fatores apontados por Maria Regina. “Além disso, em alguns casos as crianças podem apresentar condutas extremamente infantis. Passam a chupar chupetas e a se comportar como bebês, no intuito de chamar a atenção dos pais”.

Perfil - De acordo com a psicóloga, traçar o perfil de um pedófilo sem uma análise profunda é uma tarefa quase que impossível. “O abusador pode ter diferentes orientações sexuais, classes sociais, formações acadêmicas e estado civil. Além disso, existe a idéia de que o pedófilo é sempre um homem, mas as mulheres não podem ser descartadas”, afirma. Por conta da dificuldade de identificação, o foco dos pais deve ser sempre a criança. “Os pedófilos são pessoas atenciosas e de agradável convivência social. Na dúvida, os pais devem investigar”, diz.

Segundo ela, o importante é que os pais demonstrem confiança aos filhos, já que só dessa forma a criança terá coragem de denunciar. “Na maioria das vezes, a vítima sofre calada por medo de represália por parte do agressor. Esse temor gera marcas permanentes. Por isso, os pais devem procurar tratamento médico e psicológico e, principalmente, denunciar o caso às autoridades”, defende.

Internet - Para Maria Regina, a rede mundial de computadores é uma das principais portas para a pedofilia. “Tirando os casos de abusos no meio familiar, os pais devem redobrar a atenção com a internet. Eles devem conversar com a criança, com uma linguagem adequada, mostrando que algumas pessoas não são confiáveis. Aqui vale a regra do não fale com estranhos, mesmo no mundo virtual”, explica.

O alerta da psicóloga é confirmado pela SaferNet Brasil — uma entidade criada em 2005 para fiscalização de crimes e violações humanas na internet. Por meio da Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos (www.denunciar.org.br), em parceria com o Ministério Público Estadual, a entidade recebeu, de janeiro a junho deste ano, 44.106 denúncias únicas (sem duplicação) de crimes na rede. Desse total, 27.883 (63%) são referentes à pedofilia ou pornografia infantil.

De acordo com o presidente da SaferNet Brasil, Thiago Tavares, as crianças precisam ser direcionadas pelos pais para utilização da web. “Toda criança precisa de orientação, principalmente no sentido de nunca publicar informações pessoais em sites que possam levar à identificação do local onde vive e da rotina da família”, explica.

Segundo Tavares, as principais ferramentas utilizadas pelos pedófilos são os sites de relacionamento, salas de bate-papo e programas de mensagens instantâneas. “Para evitar problemas, os computadores devem sempre ser instalados nas áreas comuns da casa, onde os pais possam acompanhar a navegação do filho o tempo todo”, enfatiza.

Para ajudar os pais nessa orientação, a entidade disponibiliza gratuitamente no site www.safernet.org.br a cartilha ‘Diálogo Virtual’, onde estão destacadas diversas dicas de segurança. No site, a entidade também realiza uma pesquisa para conhecer os hábitos dos internautas brasileiros em relação à segurança na internet.

“A pedofilia é um tema que passou a ter destaque no País, até por conta da CPI do Senado, que já quebrou o sigilo de 21.591 álbuns privados do Orkut [site de relacionamento do Google]. Mas é importante que o tema continue sendo tratado com prioridade”, defende Tavares.

Ajuda - De acordo com a ginecologista e coordenadora do Pavas (Programa de Atenção à Violência e Abuso Sexual) da Prefeitura de São Bernardo, Maria Auxiliadora Figueiredo Vertematti, a pedofilia deve sempre ser denunciada, seja ela física ou virtual. Segundo ela, o gesto é a única forma de fornecer ajuda às vítimas dos abusos sexuais. “O tratamento oferecido pelo Pavas visa reintegrar a criança à vida social. Em alguns casos, esse tratamento pode durar anos, por isso a denúncia é fundamental para ’salvar’ o menor o quanto antes”, explica.

O Pavas foi criado em 2000, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de São Bernardo e a Faculdade de Medicina do ABC. Segundo Maria Auxiliadora, no início o foco eram as vítimas adultas. “No primeiro ano, foram atendidas cerca de 80 pessoas. Destas, 45% eram menores de 18 anos. Dentro desta estatística, existia uma grande incidência de abusos ocorridos dentro do meio familiar. Por isso, no segundo ano, passamos a focar também o atendimento a crianças e adolescentes”, explica.

Até agosto deste ano, o Pavas já atendeu 35 casos de estupro cometidos por desconhecidos, sendo que 12 vítimas eram adolescentes. Além disso, foram acolhidos 55 casos de abusos sexuais intra-familiar, todos contra crianças com média de idade entre cinco e seis anos. “Só conseguiremos reduzir esses índices quando os pais perderem a vergonha e criarem coragem de denunciar. Além de que, por meio do Disque-Denúncia, a pessoa não precisa se identificar. Essa é uma responsabilidade dos adultos em favorecimento da integridade humana das nossas crianças”, destaca Maria Auxiliadora.

O telefone do Disque-Denúncia na cidade de São Paulo e região metropolitana é o 181. Para o resto do Estado, basta discar 0800-156315.

Se você tem alguma denuncia contra pedófilos, disque 100. É grátis e sigiloso.

Vamos acabar com esse câncer. GRP contra a Pedofilia. A favor do futuro dessa nação."

Nenhum comentário: