REGIONAL OSASCO

Av. dos Autonomistas, 2455 - Centro - Osasco - SP
Fone: (11) 3683-1144
email: renascerosasco@igospel.com.br

ORAÇÃO DE DAVI



Neste Ano Apostólico de Davi, eu declaro: Será o ano da minha vida, de vitória, restauração, conquista, ano de ser ungido rei.

Senhor Jesus Cristo, hoje eu declaro, que verei com os meus olhos os inimigos derrotados, e todos os gigantes levantados por satanás para afrontar o Senhor e destruir a minha vida e a minha família, vão cair por terra, agora!! Vão cair por terra, em nome de Jesus.

Eu profetizo que este ano eu terei restauração, restituição, prosperidade. Vou alargar as estacas da minha tenda, e que este ano eu e a minha família vamos restituir a alegria, a Arca e vamos conquistar Jerusalém, em nome de Jesus.

A partir de agora eu tenho o óleo do ungido, eu sou aquele que se vale da Arca do Senhor. Viverei o melhor ano da história da minha vida, até hoje, em Nome de Jesus!

Toda malignidade, toda mentira do inferno está quebrada.

O meu corpo será saudável, todas as bênçãos espirituais encherão a minha casa, em nome de Jesus.

Eu levanto as minhas mãos, declaro e profetizo; aonde eu for Deus me dará vitórias! Eu conquistarei os lugares altos.

Este ano eu conquistarei Jerusalém pelo Poder.

A minha boca se encherá de risos, e haverá dias de festa na minha vida.

A restituição, que estava proibida, estará presente 365 dias na minha vida, na minha casa e na minha família.

Aonde eu for Deus me dará vitória.

Ano de Davi, ano de ser ungido rei do Senhor, ano de colocar todos os gigantes debaixo dos meus pés.

Em nome de Jesus.

Em nome de Jesus, Amém!!!.

As 12 Bençãos Apostolica do mês Abril/2009

Neste tempo de reconstrução, o povo de Deus será honrado com restauração, restituição e renovação, explicou o Apóstolo na ceia
Na ceia de oficiais deste mês de abril, que aconteceu no último sábado (dia 4), o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a Igreja sobre a Oferta de Páscoa. Ele falou sobre o texto de 2º Crônicas, capítulos 34 e 35, que mostra o que o rei Josias fez para renovar a aliança entre o povo de Israel e Deus.

“Josias se levantou para mandar restaurar o templo, tirar todas as ruínas. Ele deu uma grande oferta, não só por ele, mas pelo povo todo... Ele renova a casa do Senhor e celebra a Páscoa”, explicou o Apóstolo, acrescentando que essa oferta trouxe restauração, renovação e restituição a todos. “Aquela foi uma oferta de fé e Deus abriu as janelas dos céus para que o povo fosse abençoado”, disse ele.

O Apóstolo explicou à Igreja sobre a reconstrução do prédio da Sede, no Cambuci, cujo teto desabou em janeiro deste ano. Segundo ele, este momento de reconstrução é um tempo em que será muito abençoado. “Este é um momento estratégico de Deus. Nós não nos conformamos com as ruínas”, afirmou. Ele também disse que o povo vai viver a melhor Páscoa de sua vida. “Nós vamos viver uma Páscoa como nunca antes na história. É a marca daquele que reabriu o templo do Senhor”, acrescentou.

Conheça a seguir as 12 bênçãos ministradas pelo Apóstolo Estevam para o mês de abril:

1ª) Restauração com despojo. Tudo o que está em ruínas será restaurado e ainda trará mais do se tinha inicialmente;

2ª) Restituição. Não vai faltar nada, nem coisa grande, nem pequena. O Senhor vai restituir o que foi perdido e o que foi tirado;

3ª) Ressurreição. Em todas as áreas: de carreiras, sonhos, ministérios. Muitos sonhos “engavetados” vão ressuscitar;

4ª) Mudança de hábito, serão gerados hábitos de prosperidade. É o fim de todo hábito de miséria, pois Deus dará hábitos saudáveis;

5ª) Muitos vão receber ofertas de compra e vendas de negócios. O que vale 10, será comprado pelo povo de Deus por 5;

6ª) Bênção do escape. São todos os tipos de livramentos financeiros. Contas vão desaparecer e dívidas serão reduzidas;

7ª) Bênção das oportunidades. Muitas portas se abrirão, com empregos, passagens aéreas, compras de negócios;

8ª) Convites para viagens internacionais; prêmios de viagens em empresas. Também serão liberados convites para trabalhar em outros países;

9ª) Graça na família. Muitos serão abençoados por familiares;

10ª) Mudança de patamares. Pessoas vão subir degraus na vida financeira e profissional;

11ª) Processos e pagamentos serão liberados. Todas as coisas emperradas, serão liberadas. Leis vão mudar, haverá liberação de heranças familiares;

12ª) Anotar três milagres impossíveis, Deus vai realizar. Ele vai realizar o impossível na vida do povo.

04/04/2009 – Ceia dos Oficiais de Abril

clique aqui e Confira as fotos da Santa Ceia de oficiais do mês de abril, do ano apostólico de Davi. Temos as características espirituais de Davi em nossas vidas!






terça-feira, 6 de janeiro de 2009

NOTÍCIAS RENASCER - Família da Igreja Renascer vive milagre de ressurreição

Milagre não se explica, se vive.

Família da Igreja Renascer vive milagre de ressurreição

Bebê com seis meses de gestação nasce morta e, quatro horas depois, ressuscita

Giovana Vida. O nome do bebê com menos de sete meses de gestação que nasceu morta no último dia 2, deixa clara a principal marca que passa a carregar. Com uma gravidez de alto risco e com uma série de complicações, Renata Alves de Oliveira, 32, chegou ao Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, no Tatuapé, no dia 28/12 com sangramento e foi internada para permanecer em observação, pois a criança estava sendo gerada em cima da placenta.

Devido ao estado delicado de Renata que, também corria risco de morte junto com sua filha, a equipe médica decidiu mantê-la internada por mais dois meses, até que se completassem os nove de gravidez. Depois de três dias, Renata precisou ficar de repouso absoluto, devido a uma forte infecção e o rompimento da bolsa. No primeiro dia do ano, Renata sentiu uma cólica muito forte e a médica deixou claro que o bebê corria sério risco e poderia não sobreviver. "Eu já estava bem consciente de que havia pouquíssima chance de o bebê nascer com vida, por causa de todos os problemas pelos quais eu estava passando".

Na tarde do dia 2, Renata chamou a médica e disse que não estava agüentando mais. A médica fez o exame de toque e verificou que havia dilatação suficiente para realizar o parto e Renata foi levada à sala de cirurgia. A mãe conta que o bebê não saiu pela cabeça, mas pelos pés, o que dificultou ainda mais o parto, já que a criança ficou pendurada por cerca de 15 minutos. "Assim que ela saiu, eu a peguei e vi que estava murcha, preta, sem vida e os médicos me disseram que ela havia nascido morta", lembra.

Alexandre, marido de Renata, foi avisado que o bebê era natimorto e recebeu o documento do hospital, que o orientou a procurar a delegacia e fazer a ocorrência sobre a morte.

O milagre

Com apenas 725g e medindo 27cm, o corpo do bebê ficou embrulhado em um lençol, aguardando o carro do necrotério. Quatro horas depois, Renata recebeu da médica a notícia de que uma faxineira entrou na sala e percebeu que "o pano estava se mexendo e quando ela abriu o pano a criança estava chupando o dedo".

Imediatamente ligaram para Alexandre e para a avó Sandra, que estava na igreja. "Todos estavam tristes por causa da notícia da morte e de repente recebemos a notícia de que minha filha estava viva. Foi um milagre! Não tem outra explicação. Metade das pessoas do hospital fala que esse caso é um milagre", alegra-se Renata.

Para ela, Deus a presenteou. "Nossa família é coberta pelas orações dos nossos pais, que são presbíteros na Casa do Senhor. Temos muita fé em um Deus vivo", declarou Renata.

Erro médico

A polícia tem tratado o caso como erro médico, mas para Renata e sua família, eles são alvos de um milagre, o que, aliás, conhecem muito bem. Há cerca de 13 anos, o irmão de Renata saiu vivo após receber tiros em uma chacina na esquina de sua casa. "O Anderson é fruto de um milagre, dos oito jovens só dois sobreviveram. Um está paraplégico e o meu filho não tem seqüela nenhuma, apenas as marcas em seu rosto e corpo. Hoje ele é pastor", conta Sandra Maria de Oliveira, que é presbítera juntamente com seu marido Roberto na Igreja Renascer em Cristo Cangaíba.

Sandra conta ainda que há alguns anos teve câncer de mama e estava para operar e tirar o seio, mas Deus a curou e ela sequer precisou ir à mesa de cirurgia. "Em sonho fui avisada de que tinha um câncer, busquei ajuda médica, foi detectado realmente. Marcaram duas cirurgias para mim, que não precisaram ser feitas. Deus me curou completamente".

Renata diz que tem certeza de que sua filha Giovana Vida, que já tinha o nome escolhido antes de todo o acontecido, é um presente de Deus. "Giovana significa 'Presente de Deus' e Vida foi sugestão da minha mãe pela ressurreição que estamos vivendo", explica. Até agora Renata não falou com a faxineira que, para ela, é um anjo de Deus. "Quero me encontrar com ela e abraçá-la, porque ela foi usada por Deus para nos falar de vida".

Giovana continua internada na Unidade de Terapia Intensiva do hospital, onde deve ficar por tempo indefinido. "Sabemos que Deus vai completar a obra, e em breve minha neta vai ter alta e estará completamente saudável", acredita Sandra, para quem tudo isso não pode ser explicado, pois "como diz a Bispa Sônia, milagre não se explica, se vive".

Pra. Adriana Bernardo

Comunicação Renascer

Nenhum comentário: