REGIONAL OSASCO

Av. dos Autonomistas, 2455 - Centro - Osasco - SP
Fone: (11) 3683-1144
email: renascerosasco@igospel.com.br

ORAÇÃO DE DAVI



Neste Ano Apostólico de Davi, eu declaro: Será o ano da minha vida, de vitória, restauração, conquista, ano de ser ungido rei.

Senhor Jesus Cristo, hoje eu declaro, que verei com os meus olhos os inimigos derrotados, e todos os gigantes levantados por satanás para afrontar o Senhor e destruir a minha vida e a minha família, vão cair por terra, agora!! Vão cair por terra, em nome de Jesus.

Eu profetizo que este ano eu terei restauração, restituição, prosperidade. Vou alargar as estacas da minha tenda, e que este ano eu e a minha família vamos restituir a alegria, a Arca e vamos conquistar Jerusalém, em nome de Jesus.

A partir de agora eu tenho o óleo do ungido, eu sou aquele que se vale da Arca do Senhor. Viverei o melhor ano da história da minha vida, até hoje, em Nome de Jesus!

Toda malignidade, toda mentira do inferno está quebrada.

O meu corpo será saudável, todas as bênçãos espirituais encherão a minha casa, em nome de Jesus.

Eu levanto as minhas mãos, declaro e profetizo; aonde eu for Deus me dará vitórias! Eu conquistarei os lugares altos.

Este ano eu conquistarei Jerusalém pelo Poder.

A minha boca se encherá de risos, e haverá dias de festa na minha vida.

A restituição, que estava proibida, estará presente 365 dias na minha vida, na minha casa e na minha família.

Aonde eu for Deus me dará vitória.

Ano de Davi, ano de ser ungido rei do Senhor, ano de colocar todos os gigantes debaixo dos meus pés.

Em nome de Jesus.

Em nome de Jesus, Amém!!!.

As 12 Bençãos Apostolica do mês Abril/2009

Neste tempo de reconstrução, o povo de Deus será honrado com restauração, restituição e renovação, explicou o Apóstolo na ceia
Na ceia de oficiais deste mês de abril, que aconteceu no último sábado (dia 4), o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a Igreja sobre a Oferta de Páscoa. Ele falou sobre o texto de 2º Crônicas, capítulos 34 e 35, que mostra o que o rei Josias fez para renovar a aliança entre o povo de Israel e Deus.

“Josias se levantou para mandar restaurar o templo, tirar todas as ruínas. Ele deu uma grande oferta, não só por ele, mas pelo povo todo... Ele renova a casa do Senhor e celebra a Páscoa”, explicou o Apóstolo, acrescentando que essa oferta trouxe restauração, renovação e restituição a todos. “Aquela foi uma oferta de fé e Deus abriu as janelas dos céus para que o povo fosse abençoado”, disse ele.

O Apóstolo explicou à Igreja sobre a reconstrução do prédio da Sede, no Cambuci, cujo teto desabou em janeiro deste ano. Segundo ele, este momento de reconstrução é um tempo em que será muito abençoado. “Este é um momento estratégico de Deus. Nós não nos conformamos com as ruínas”, afirmou. Ele também disse que o povo vai viver a melhor Páscoa de sua vida. “Nós vamos viver uma Páscoa como nunca antes na história. É a marca daquele que reabriu o templo do Senhor”, acrescentou.

Conheça a seguir as 12 bênçãos ministradas pelo Apóstolo Estevam para o mês de abril:

1ª) Restauração com despojo. Tudo o que está em ruínas será restaurado e ainda trará mais do se tinha inicialmente;

2ª) Restituição. Não vai faltar nada, nem coisa grande, nem pequena. O Senhor vai restituir o que foi perdido e o que foi tirado;

3ª) Ressurreição. Em todas as áreas: de carreiras, sonhos, ministérios. Muitos sonhos “engavetados” vão ressuscitar;

4ª) Mudança de hábito, serão gerados hábitos de prosperidade. É o fim de todo hábito de miséria, pois Deus dará hábitos saudáveis;

5ª) Muitos vão receber ofertas de compra e vendas de negócios. O que vale 10, será comprado pelo povo de Deus por 5;

6ª) Bênção do escape. São todos os tipos de livramentos financeiros. Contas vão desaparecer e dívidas serão reduzidas;

7ª) Bênção das oportunidades. Muitas portas se abrirão, com empregos, passagens aéreas, compras de negócios;

8ª) Convites para viagens internacionais; prêmios de viagens em empresas. Também serão liberados convites para trabalhar em outros países;

9ª) Graça na família. Muitos serão abençoados por familiares;

10ª) Mudança de patamares. Pessoas vão subir degraus na vida financeira e profissional;

11ª) Processos e pagamentos serão liberados. Todas as coisas emperradas, serão liberadas. Leis vão mudar, haverá liberação de heranças familiares;

12ª) Anotar três milagres impossíveis, Deus vai realizar. Ele vai realizar o impossível na vida do povo.

04/04/2009 – Ceia dos Oficiais de Abril

clique aqui e Confira as fotos da Santa Ceia de oficiais do mês de abril, do ano apostólico de Davi. Temos as características espirituais de Davi em nossas vidas!






terça-feira, 6 de janeiro de 2009

CLIPPING - 06/01/2009

  • Justiça aceita denúncia no caso da cratera do Metrô, diz promotor

Segundo Arnaldo Hossepian, os 13 denunciados passam a ser réus. Denúncia foi apresentada na manhã desta segunda-feira (5).

O promotor Arnaldo Hossepian afirmou nesta terça-feira (6) que a Justiça aceitou a denúncia feita por ele contra 13 pessoas, entre funcionários do Metrô e do Consórcio Via Amarela, responsabilizando-os pelo desabamento das obras de expansão do metropolitano em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, em janeiro de 2007.

Segundo Hossepian, em um despacho de sete laudas, a juíza Margot Pegossi, da 1ª Vara Criminal, "aceitou integralmente" a denúncia da promotoria. Agora, eles passam a ser réus", disse o promotor. As 13 pessoas citadas responderão por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

De acordo com o promotor, a denúncia tem 36 páginas e foi baseada no depoimento de 34 testemunhas, além dos laudos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas e do Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo. "Tudo foi considerado na elaboração desta denúncia. Foram denunciadas algumas pessoas do consórcio e outras do Metrô", afirmou Hossepian, na segunda (5).

  • Em 2009, 11 feriados nacionais cairão em dias úteis

Dos 12 feriados nacionais, apenas um cairá no domingo. Federação das Indústrias do Rio de Janeiro calcula prejuízo.

Pode marcar na agenda: 2009 terá 11 feriadões. A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro já fez até as contas. Por causa do grande número de folgas nos dias úteis, o Brasil pode perder até 5% do PIB, a soma de tudo que é produzido por nossa economia. Mas para alguns setores, é sempre bom lembrar que feriado significa também ganhar dinheiro.

O feriado do réveillon mal passou e já tem gente esperando as próximas folgas. No ano passado, quatro dos 12 tradicionais feriados nacionais caíram em finais de semana. Em 2009, será diferente. Onze dessas folgas, fora as estaduais e municipais, serão em dias úteis. Alguns na terça ou na quinta-feira, com direito à esticada até o fim de semana. "Um feriadinho desses dá para dar uma esticada e uma descansada no meio do ano", comemora o jornalista Diógenes Botelho.

Mas nem todos comemoram. A indústria teme queda nas vendas. A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro fez o cálculo e estima que o país terá um prejuízo de aproximadamente R$ 150 bilhões no ano. "Para o setor industrial, é péssimo, porque interrompe o processo de produção", comenta o presidente da Federação da Indústria de Brasília, Antônio Rocha.

O economista Roberto Piscitelli acredita que os feriados poderiam ser transferidos para sextas ou segundas, mas lembra que, se alguns setores perdem, outros se beneficiam com as folgas longas. "São as áreas de turismo, lazer, restaurantes. Essas atividades são até aquecidas com os feriados", diz ele.

Dos 11 tradicionais feriados nacionais, apenas um cairá no domingo: o de 15 de novembro, a proclamação da República. Este não vai dar para emendar.

  • Exército de Israel e militantes palestinos intensificam confrontos em terra em Gaza

Israel diz ter matado 130 integrantes do Hamas desde a invasão no sábado. Bombardeios ao território e lançamento de foguetes sobre Israel seguem.

A Faixa de Gaza era cenário nesta terça-feira (6) de confrontos intensos em terra entre soldados israelenses e combatentes palestinos do Hamas, além de continuar a ser alvo de violentos bombardeios por parte de Israel, que rejeitou os pedidos de cessar-fogo em uma ofensiva que até agora já matou mais de 555 palestinos e feriu mais de 2.700.

O Exército de Israel informou que matou 130 combatentes do Hamas desde o início da ofensiva terrestre, sábado à noite.

"Nossos soldados atuam perfeitamente, progridem segundo os planos", disse o general Gaby Ashkenazi, chefe do Estado-Maior israelense, ao anunciar a evolução da ofensiva iniciada em 27 de dezembro pelo Estado de Israel contra o movimento radical islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

  • Chuva deixa 12 cidades em situação de emergência em SC

Mais de 2,4 mil pessoas estão desabrigadas e desalojadas. Trecho alagado da BR-101 foi liberado para caminhões.

Subiu para 12 o número de cidades de Santa Catarina que decretaram situação de emergência devido às chuvas que atingiram o estado no fim de semana. Segundo a Defesa Civil, estão nessas condições os seguintes municípios: Araranguá, Criciúma, Forquilhinha, Jacinto Machado, Turvo, Nova Veneza, Içara, Ermo, Lauro Muller, Siderópolis, Timbé do Sul e Meleiro.

Até esta terça-feira (6), mais de 2,4 mil pessoas permanecem fora de suas casas. Desse total, 639 estão desabrigadas (foram para abrigos públicos) e 1.823, desalojadas (estão na casa de amigos e parentes).

O trânsito na BR-101, na região de Maracajá e Araranguá, que estava interditado por causa de um alagamento na pista, foi liberado para caminhões. O trecho entre os quilômetros 404 e 412 foi tomado pela água. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda há cerca de um metro de água sobre a pista e, por isso, automóveis leves devem desviar pelas cidades de Forquilhinha, Meleiro, Turvo e Ermo.

  • Menino de 4 anos atira em babá nos EUA

Garoto de Ohio ficou enfurecido porque baby-sitter pisou no seu pé. Rapaz foi hospitalizado com ferimentos leves, e polícia apura o caso.

A polícia informou que um garoto de 4 anos de Jackson, Ohio, pegou uma arma em um armário e atirou em seu baby-sitter.

Nathan Beavers, de 18 anos, foi hospitalizado no domingo com feridas leves no braço e no tronco. Segundo a polícia, outro adolescente foi ferido.

Testemunhas disseram à polícia que o menino ficou enfurecido porque Nathan acidentalmente pisou no seu pé. Ele estava cuidando do menino em um trailer, acompanhada de vários outras baby-sitters e crianças.

O chefe de polícia John Shashteen disse que as autoridades estão investigando o caso. A criança não foi processada.

  • PSDB e DEM já montam palanques para 2010

Idéias é solucionar divergências regionais com vistas ao Planalto. Líder tucano quer evitar situação de Alckimin na campanha de 2006.

Para os partidos de oposição, a largada para a campanha eleitoral de 2010 começa no mês que vem. Dirigentes do PSDB, do DEM e do PPS se reunirão em fevereiro, em Brasília, para discutir a montagem dos palanques estaduais comuns aos três partidos, o que sustentará a próxima campanha presidencial apoiada pelo grupo encabeçado provavelmente pelo governador paulista, o tucano José Serra.

A ideia é solucionar divergências regionais o mais rápido possível e limpar o terreno para a candidatura ao Planalto.

O problema é que já existem pelo menos dois cenários complicados para o grupo administrar. Na Bahia, o PSDB sondou o ex-governador Paulo Souto, do DEM, para ser o candidato tucano à sucessão do governador petista Jaques Wagner.

No Rio Grande do Sul, a governadora tucana Yeda Crusius não tem mais relações políticas com o vice-governador Paulo Feijó (DEM), que faz oposição sistemática ao governo, desde sua posse, por divergência em relação a medidas administrativas tomadas.

No caso da Bahia, o DEM não aceita o assédio do PSDB sobre Paulo Souto. Seus dirigentes acham que uma eventual desfiliação do ex-governador para fortalecer um partido parceiro no projeto nacional criaria uma aresta política grave na relação entre o DEM e os tucanos.

A antecipação da negociação em torno dos palanques de PSDB, DEM e PPS é para evitar que em 2010 se repitam situações como as que teve de enfrentar o tucano Geraldo Alckmin, na campanha de 2006, contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Não queremos chegar à situação de o candidato a presidente não poder sequer visitar determinados estados por conta dos conflitos entre aliados, como ocorreu no passado recente", disse o presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

Ele se referia à falta de um bom palanque para a campanha presidencial de Alckmin em Estados como Rio de Janeiro, Tocantins, Amazonas e Bahia, em que os aliados viviam às turras. Dois anos atrás, o PSDB baiano juntou-se ao PT do governador Jaques Wagner e derrotou Paulo Souto, que dividia o palanque com Alckmin.

A base inicial, formada por PSDB, DEM e PPS, também quer ampliar o arco de alianças, e, sempre que possível, a orientação é para que se dê prioridade ao PMDB. Na avaliação da direção tucana, as construções políticas locais serão favorecidas pela boa perspectiva da candidatura nacional do partido.

A aposta geral é que, com presidenciáveis como os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves, ficará mais fácil agregar aliados aos palanques estaduais do PSDB.

________________________________________________________

Este clipping foi montado pela Comunicação Renascer.

Nenhum comentário: