REGIONAL OSASCO

Av. dos Autonomistas, 2455 - Centro - Osasco - SP
Fone: (11) 3683-1144
email: renascerosasco@igospel.com.br

ORAÇÃO DE DAVI



Neste Ano Apostólico de Davi, eu declaro: Será o ano da minha vida, de vitória, restauração, conquista, ano de ser ungido rei.

Senhor Jesus Cristo, hoje eu declaro, que verei com os meus olhos os inimigos derrotados, e todos os gigantes levantados por satanás para afrontar o Senhor e destruir a minha vida e a minha família, vão cair por terra, agora!! Vão cair por terra, em nome de Jesus.

Eu profetizo que este ano eu terei restauração, restituição, prosperidade. Vou alargar as estacas da minha tenda, e que este ano eu e a minha família vamos restituir a alegria, a Arca e vamos conquistar Jerusalém, em nome de Jesus.

A partir de agora eu tenho o óleo do ungido, eu sou aquele que se vale da Arca do Senhor. Viverei o melhor ano da história da minha vida, até hoje, em Nome de Jesus!

Toda malignidade, toda mentira do inferno está quebrada.

O meu corpo será saudável, todas as bênçãos espirituais encherão a minha casa, em nome de Jesus.

Eu levanto as minhas mãos, declaro e profetizo; aonde eu for Deus me dará vitórias! Eu conquistarei os lugares altos.

Este ano eu conquistarei Jerusalém pelo Poder.

A minha boca se encherá de risos, e haverá dias de festa na minha vida.

A restituição, que estava proibida, estará presente 365 dias na minha vida, na minha casa e na minha família.

Aonde eu for Deus me dará vitória.

Ano de Davi, ano de ser ungido rei do Senhor, ano de colocar todos os gigantes debaixo dos meus pés.

Em nome de Jesus.

Em nome de Jesus, Amém!!!.

As 12 Bençãos Apostolica do mês Abril/2009

Neste tempo de reconstrução, o povo de Deus será honrado com restauração, restituição e renovação, explicou o Apóstolo na ceia
Na ceia de oficiais deste mês de abril, que aconteceu no último sábado (dia 4), o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou a Igreja sobre a Oferta de Páscoa. Ele falou sobre o texto de 2º Crônicas, capítulos 34 e 35, que mostra o que o rei Josias fez para renovar a aliança entre o povo de Israel e Deus.

“Josias se levantou para mandar restaurar o templo, tirar todas as ruínas. Ele deu uma grande oferta, não só por ele, mas pelo povo todo... Ele renova a casa do Senhor e celebra a Páscoa”, explicou o Apóstolo, acrescentando que essa oferta trouxe restauração, renovação e restituição a todos. “Aquela foi uma oferta de fé e Deus abriu as janelas dos céus para que o povo fosse abençoado”, disse ele.

O Apóstolo explicou à Igreja sobre a reconstrução do prédio da Sede, no Cambuci, cujo teto desabou em janeiro deste ano. Segundo ele, este momento de reconstrução é um tempo em que será muito abençoado. “Este é um momento estratégico de Deus. Nós não nos conformamos com as ruínas”, afirmou. Ele também disse que o povo vai viver a melhor Páscoa de sua vida. “Nós vamos viver uma Páscoa como nunca antes na história. É a marca daquele que reabriu o templo do Senhor”, acrescentou.

Conheça a seguir as 12 bênçãos ministradas pelo Apóstolo Estevam para o mês de abril:

1ª) Restauração com despojo. Tudo o que está em ruínas será restaurado e ainda trará mais do se tinha inicialmente;

2ª) Restituição. Não vai faltar nada, nem coisa grande, nem pequena. O Senhor vai restituir o que foi perdido e o que foi tirado;

3ª) Ressurreição. Em todas as áreas: de carreiras, sonhos, ministérios. Muitos sonhos “engavetados” vão ressuscitar;

4ª) Mudança de hábito, serão gerados hábitos de prosperidade. É o fim de todo hábito de miséria, pois Deus dará hábitos saudáveis;

5ª) Muitos vão receber ofertas de compra e vendas de negócios. O que vale 10, será comprado pelo povo de Deus por 5;

6ª) Bênção do escape. São todos os tipos de livramentos financeiros. Contas vão desaparecer e dívidas serão reduzidas;

7ª) Bênção das oportunidades. Muitas portas se abrirão, com empregos, passagens aéreas, compras de negócios;

8ª) Convites para viagens internacionais; prêmios de viagens em empresas. Também serão liberados convites para trabalhar em outros países;

9ª) Graça na família. Muitos serão abençoados por familiares;

10ª) Mudança de patamares. Pessoas vão subir degraus na vida financeira e profissional;

11ª) Processos e pagamentos serão liberados. Todas as coisas emperradas, serão liberadas. Leis vão mudar, haverá liberação de heranças familiares;

12ª) Anotar três milagres impossíveis, Deus vai realizar. Ele vai realizar o impossível na vida do povo.

04/04/2009 – Ceia dos Oficiais de Abril

clique aqui e Confira as fotos da Santa Ceia de oficiais do mês de abril, do ano apostólico de Davi. Temos as características espirituais de Davi em nossas vidas!






sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

"Óh, e agora quem poderá me defender?"


Por Juliana Meni

Na minha infância e adolescência gostava muito de assistir a uma série de TV que era pura comédia, nesta um herói meio desastrado chamado Chapolin Colorado aparecia para salvar pessoas em apuros quando essas pessoas gritavam de forma muito engraçada tentando simular pânico, mas conseguindo apenas fazer daquele momento uma grande piada.

Para a minha mente infantil era muito legal quando ouvia a vítima gritar: __ Oh! E agora, quem poderá me defender?! E então aparecia o Chapolin e gritava numa fala teatral armada para parecer mal ensaiada: __ Eu!!! O Chapolin Colorado!!!

Lembro-me do sentimento de alegria infantil por ver que havia uma resposta simples para a pergunta: E AGORA QUEM PODERÁ ME DEFENDER?

E o salmo 91 responde: "É Ele quem o livrará do laço do caçador e do veneno mortal, é Ele quem o cobrirá com as suas penas, e debaixo das asas d'Ele você encontrará refúgio. É a fidelidade dele que será o seu escudo protetor"

Quando o texto diz que é Ele que te livrará está dizendo que não é você que conseguirá se livrar sozinho mesmo que depois de estar livre você pense que se livrou por suas próprias forcas ou inteligência ou por qualquer outra ferramenta humana.

Este texto usa três figuras de linguagem para comunicar essa idéia de que nosso socorro só pode vir do Deus altíssimo e nunca de nós mesmos.

A primeira figura é a figura de um pássaro que caiu na arapuca do caçador e não consegue sair dali a menos que muito maior e muito mais poderoso que ele resolva levantar o peso da arapuca e livrá-lo da morte certa. Pense por um pouco: quanto tempo aquele pássaro levará para se debater tentando fugir da arapuca antes de parar de lutar e admitir que realmente precisa de alguém mais forte do ele pra libertá-lo da arapuca? Quanto tempo você vai demorar se debatendo desesperadamente com seus problemas tentando resolve-los com sua força de vontade antes de admitir que: "É Ele quem o livrará do laço do caçador?"

A segunda figura é a figura de uma pessoa que foi picada na perna por uma víbora de peçonha mortal e que para não morrer precisa de alguém que ponha a boca sobre a picada e sugue o veneno antes que se espalhe pela corrente sanguínea. Pense por um pouco: quanto tempo uma pessoa assim vitimada levará tentando levar a boca ao próprio tornozelo antes de parar de lutar e admitir que realmente precisa de alguém com mais flexibilidade e acesso que ele para alcançar lugares e realizar tarefas que ele definitivamente não pode fazer, alguém que livrá-lo da morte.

Quanto tempo você vai demorar se contorcendo e lutando para usar o máximo de sua flexibilidade e jogo de cintura lutando para o veneno enviado contra você não te atinja antes de admitir que: "É Ele quem o livrará do... veneno mortal...?"

A terceira figura é a figura de uma galinha que para no meio do quintal quando a chuva vem e chama a si os seus pintinhos e cada um deles vem e se esconde da chuva debaixo das asas de sua mãe. A questão é que se a chuva cair sobre a penugem frágil do pintinho o encharcará rapidamente diminuindo sua temperatura e produzindo a morte em pouco tempo, enquanto que debaixo das asas se sua mãe terá um telhado impermeável enquanto se mantém aquecido pelo calor do corpo de sua mãe.

Pense por um pouco: quanto tempo um pintinho rebelde, auto-suficiente e controlador vai suportar a força depressora da chuva e do frio tentando com seus escassos recursos manter a si mesmo seco e aquecido antes de para de lutar e admitir que tem sido um pintinho estúpido e que precisa da cobertura e do calor da mãe galinha.

Quanto tempo você vai demorar tentando ser sua própria cobertura e produzir sua própria energia espiritual antes de admitir que: "...é Ele quem o cobrirá com as suas penas, e debaixo das asas d'Ele você encontrará refúgio..."

Depois de nos presentear com estas três figuras riquíssimas o texto nos faz entender que é na fidelidade dele que devemos confiar e não em nossa própria fidelidade, isso nos faz pensar que muitas vezes deixamos de confiar na fidelidade de Deus porque nós não conseguimos ser fieis, mas Ele é fiel mesmo quando somos infiéis, pois não pode negar a si mesmo. Hoje Deus lhe fala com carinho que é Ele e não você!!!

Mensagem do Pastor Jucimar Ramos

--
Se essa mensagem edificou a sua vida de alguma forma, repasse-a a seus contatos, pois certamente edificará a muitas outras pessoas que nem ao menos conhecemos...

Ass: Juliana Meni
Meu Blog: encorajamento.blogspot.com

Nenhum comentário: